segunda-feira, 17 de julho de 2017

Isabela Freitas - 20 regras do desapego

livro-nao-se-apega-nao

Sempre fui uma garota muito boba nesse lance de "amor" e "desapego", me apego muito fácil e depois pra desapegar é muito difícil! Desapegar de algo que te faz mal te faz se sentir livre, te faz ter amor próprio, então aqui estou para você, que está nessa situação, mostrar as 20 REGRAS DO DESAPEGO, do livro "Não se apega, não" da escritora e blogueira Isabela Freitas. 

 Desapegar: Remover da sua vida tudo o que torne o seu coração mais pesado.
Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual o problema o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase "você deve encontrar a metade da sua laranja". Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

- Isabela Freitas

                         As 20 regras do desapego: 


1- Odiar as pessoas não leva a nada. O ódio corrói nosso coração e o deixa o fraco pra receber amor.

2- Fingir que sou insensível e que não me importo não funciona. Eu me importo, sim. E eu choro muito também. E que se dane o que as pessoas pensam disso. 

3- Não adianta tentar segurar as pessoas na nossa vida. Se elas precisam ir, deixe que se vão. O que for de verdade, volta. Se você vai querer de volta, bem, isso a gente não tem como saber, né?

4- Mudar as pessoas não é algo que esteja a seu alcance. As pessoas só mudam quando querem mudar. E, geralmente, elas não querem.

5- Fugir das coisas não me livra delas. Só agenda o sofrimento mais para a frente.

6- As pessoas são falsas, e sempre que tiverem uma oportunidade vão te apunhalar pelas costas. Pelo menos grande parte delas. É que ser verdadeiro as vezes é muito difícil.

7- Amigo de verdade é raro e 90% daqueles que você considera "amigos" são apenas morcegos sugadores de felicidade. 

8- Os homens não são todos iguais. Alguns apenas ainda não amadureceram, assim como as mulheres.

9- O amor não é brega. Brega são os que não dão uma chance ao amor.

10- Desistir do outro não é fracassar. É ter a consciência de que algumas pessoas simplesmente não valem o seu esforço. Se não há reciprocidade não é amor. É insistência. 

11- A saudade é urgência de amar.

12- A maioria não está sempre certa. Às vezes a perfeição jaz na exceção.

13- Sorrisos são sempre bem-vindos. Mesmo que dados por um desconhecido na rua.

14- O mundo gira. Nenhuma tristeza é tão eterna que não deixe um espacinho para a felicidade. 

15- Cair de cara no chão é normal. O difícil é saber se reerguer com um sorriso no rosto.

16- Quem é inteiro não precisa procurar pela sua metade.

17- Deixar o passado no passado é realmente muito difícil. Mas precisamos disso para seguir em frente. 

18- Eu não preciso ser única de ninguém. Preciso ser a única de mim.

19- É preciso acreditar nas pessoas, mesmo quando nem elas mesmas acreditam. 

20- Ter a urgência de ser feliz te impede de realmente ser feliz. Deixe que a vida aconteça, porque se ela acontece quando estamos distraídos demais para planejá-la.

Isabela Freitas. Não se apega, não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário